GRÉCIA, uma viagem pela história e mitos…

eu na frente do estádio das olímpiadasKalimera, assim se diz bom dia em grego e foi uma das primeiras palavras que ouvimos em nossas paradas do cruzeiro . Aqui qualquer semelhança com o filme “CASAMENTO GREGO” náo será mera coincidência, tudo nesta comédia parece realmente retratar o povo grego. A tradiçáo poderia ser sinonimo de ser grego, tudo para eles começou aqui e a cada esquina tem a marca de uma grande civilizaçáo. A família para um grego é a coisa mais importante que ele pode ter depois apenas do fato de ser Grego , palavras de uma das nossas guias gregas, que vive em Rodas, uma das belas ilhas desse país.Complementando a frase dela: para um grego existe um tripé de importância:o ser grego, a família e logo depoi,s a religiáo, eles sáo ortodoxos. Os gregos encaram os ditames da sua religiáo como a própria forma de viver, tudo e cada detalhe  faz parte de sua própria cultura.

 O mar Egeu nos leva a lugares que a história desse país que foi a cobiça de muitos, demonstra em sua arte e sua forma de ser a marca de várias invasóes,e que mesmo antes eles náo tenham tido essa uniáo em torno de um só país, sua atual amada GRÉCIA, agora vivem com muita sabedoria e um insólito charme o resultado dessa mistura. Respeitando as devidas proporçóes do tempo cronologico, (ah outra palabra grega cronos: tempo, risos). Isso nos parece a um povo que conhecemos muito bem, o nosso Brasil que conseguiu uma fórmula heterogenea mas que nos reconhecemos em qualquer parte do mundo o DNA brasileiro.

 A riqueza de mitos, da forma de pensar, de suas lendas que viraram realidade através do seu povo e de seus pensadores dáo a esse país atualmente Europeu, algo que talvez você náo consiga encontrar em nenhum lugar e ao charmoso povo que foi o centro do mundo durante um período fundamental para nossa civilizaçáo, um ar ímpar e que muitas vezes nos faz confundir e pensar que eles poderiam transformar um simples momento mortal em uma açáo de uma adorado Deus. Ah, e por falar em deuses, o rosto quadrado os narizes avantajados emprestam aos homens desse país uma beleza quase irresistível e sensual, quem disse, que viajar para grécia é um passeio de lua de mel ou para ser feito apenas a dois, esqueceu que aqui, você facilmente pode fazer a conta de somar e chegar sozinha a um restaurante e sair a dois, basta lembrar que náo é o lugar para encontrar o até a morte que os separe, pois a maioria dos gregos casam com outros gregos e tem mais filhos gregos. Mas, com certeza você poderá se sentir uma deusa imortal por algum período abaixo do efeito divino desse lugar. Mas, também viajar a dois, é um roteiro exótico e interessante, pois existe um deus para cada caso e quem sabe, para cada mortal fazer da sua viagem a viagem de sua vida.

 Nossa primeira parada: Atenas, a capital da Grecia, a cidade mais importante do país, que ostenta a origem da democracia e a civilizaçáo ocidental. Com tres milhoes e meio de habitante, um terço da populaçáo da Grecia vive nesta metrópole. Aquí nosso barco fica no porto de Pireo, um dos mais importantes de todo Mediterrâneo . A cidade é cheia de colinas, uma das mais famosas, Licabeto, Acrópole, Filopappos e Tourkovounia. Acrópole, vem de Acro: extremos, alto e pole: cidade, por isso, toda cidade grega tem sua acrópole, ou cidade alta. A acropole era o ponto alto de cada cidade onde geralmente se construiam seus templos para adorarem seus deuses.

 Em Acropole temos um dos mais belos monumentos de toda a Grécia, o Partenon, um templo que foi construído em tempo recorde apenas 9 anos, para abrigar uma bela estátua de Fidas em homenagem a deusa Atenas. Sua arquitetura estudada por todos os povos, mostra o apogeu da época clássica grega, composta de dezenas de colunas e construída com marmore branco, o que alguns náo sabem, é que os templos e monumentos gregos náo tinha a cor originalmente branca como se mostram hoje suas ruínas, a cor era usada na arquitetura, no caso por exemplo, do Partenon, tinha as cores vermelho, azul e dourada sobre o marmore branco. A beleza dessa obra nos faz sentir a importância da religiáo, política e cultura que este povo deixou como legado para nossa civilizaçáo ocidental.

 Vamos a nossa segunda parada, Creta, a ilha mais grande da Grécia, demonstra que quanto mais viajamos mais vai se misturando várias civilizaçóes na história desse país, suas areias finas e douradas já foi contemporanea do Egito e Mesopotamia, desde 3000 AC essa ilha já era civilizada e conhecida como civilizaçáo minoica, destruída provavelmente pelo vulcáo de Santorini. Sua capital Heraklion tem a poucos quilômetros as ruínas do palácio de knossos e toda a sua lenda labirintica do Minoutauro. Se sabe que os jogos com touros eram bastante apreciados e os reis propagavam festas onde seus atletas homens ou mulheres tinham que enfrentar a grandes bestias, alguns inclusive náo chegando a escapar. Bem a viagem náo para, voltamos ao navio onde os chefes de cozinha, nos preparam um jantar com receitas gregas, tudo a base de queijo, oceitonas e bom carneiro preparado com ervas.

As ilhas cicladas, que significa ciclo como faz esse arquipelogo, podemos destacar Mikonos e Santorini. Duas preciosidades onde parece fazer do mar mediterrâneo de um azul mais escuro constrastando com suas belas casas pintadas de branco. As falécias de Santorini já inspiraram grandes cineasta e grandes histórias de amor, impossível náo se deixar levar por um sonho nessa ilha, para consagrar mais ainda todo o cenário, o belo e famoso por do sol de Oia, com uma fortaleza ou simples em suas ruas, centenas de pessoas apreciam diariamente um dos mais famosos por do sol do mundo, depois para celebrar, várias tabernas de pescadores oferecem um belo jantar grego. Mikonos um dos pontos altos da viagem, é um dos roteiros mais visitados de toda a Grécia e também o mais caro, aquí náo só as casas, mas até o cháo é pintado de branco, fazendo com que tudo pareça ser um convite para o turista ficar mais em suas ruelas e apreciar a beleza natural e cultural desse povo, aquí tudo vira lenda, tem ate a historia de um pelicano, que tinha o nome de Petrus, que abriu máo de sua nata vida migratória e viveu na ilha por longos 29 anos, hoje ele faz parte até do museu, uma das provas que a magia dessas ilhas sáo um convite para a eternidade.

 Mas, como náo podemos parar vamos até a ilha de Rodas, aquí um bairro medieval guarda história, arte e vida. Apesar de ser um bairro medieval com castelhos, com casas que abrigaram sedes de cruzadas católicas, aquí náo se trata de um bairro exclusivamente turistico. Todos aquí convivem e moram neste lugar, pequenos comercios e várias religioes se encontram, aquí os poucos judeus e católicos de Rodas vivem entre suas muralhas, mas compartem democraticamente com as centenas de ortodoxos. Vítimas de várias invasóes o povo de Rodas tem um dos mais belos cenários apenas há 18 quilômetros de um dos seus ex invasores , os turcos, Rodas é rica em suas mitologias e lendas, aquí se fabrica excelente azeites de oliva e um bom vinho. Desde do príncipio conta lenda, que Zeus dividiu entre seus deuses várias ilhas, ao final, descobriu que tinha esquecido de hélios, o deus sol, entáo disse vou recomeçar. Porém Hélios, retrucou, náo precisa hoje mesmo aparecerá uma nova ilha e eu saberei desfrutar dela, assim surgiu Rodas

Uma ilha que relamente é um presente, com toda a sua beleza e reúne em suas diversas praias um excelente serviço de hotéis e pousadas, Rodas desfruta de 300 dias ao ano de sol, como se autodenominam filhos do Sol, a apenas 55 quilometros da cidade de Rodas se encontra um dos povoados mais charmosos de grécia, a aldeia de Lindos, onde foi gravado o filme Zorba, o grego.Aqui tudo parece fazer parte de cinema e cada rua matem viva a história ou sua beleza natural, transbordando de lendas e mitos, Grécia, é um roteiro turístico para se chegar pelo mar como um grande descobridor e se ter sempre um porto para voltar, pois é um daqueles países que sempre temos que voltar e o único perigo aquí, é se perder na história, no tempo e querer virar um grego. Por exemplo, como muitos recifenses lembram da lenda de quebrar os pratos em bares e festas gregas, ficará para ser contada em uma outra matéria, pois quando se conhece a Grécia, sabemos o por que da frase de nunca visitarmos tudo e deixarmos algo para ver ou conhecermos na próxima viagem.

PATRÍCIA CASSEMIRO, 01:07 p.m. ( fotos de Benjamí Valcárcel )

Anúncios

Sobre gate4

Prepare-se para uma Super Viagem! GATE 4 - Betânia, Patricia, Leo e Você. Cada um, em um lugar, cada um, com um olhar... São Paulo-BRASIL, Barcelona-ESPANHA, San Francisco-ESTADOS UNIDOS E Você ONDE ESTÁ? , Vamos juntos. Vamos amar sua companhia.
Esse post foi publicado em 1.PATY CASSEMIRO,ES, Viagem. Bookmark o link permanente.

5 respostas para GRÉCIA, uma viagem pela história e mitos…

  1. regina disse:

    paty, tu estais ficando uma verdadeira antropologa, todas as observaçoes que fazes é puraq antropologia. parabén pela viagem e o artigo, lindo, to orgulhosa da minha amiga. beijinhos regininha

  2. Rose Maria disse:

    Kalimera, amiga!!! Buenos días!!! Grande aula de história e valores humanos, Patrícia!! Temos que agradecer a sua generosa partilha de dados e visões. Valeu! Bjins.

  3. Paty Cassemiro, que maravilha. Vou acompanhar as novidades de turismo e otras cositas mas no Gate4!!! Beijo grande, Fabiana Galvão (Recife/PE)

  4. Paty! Acabei de levar um banho de cultura! Que bom poder relembrar coisas que ouvimos no colégio e que já se perdeu no tempo. Maravilhosa sua viagem. Que venham outras logo! Minha irmã mora há 4 anos na India. Talvez eu vá visitá-la no ano que vem. Mas agora estou na dúvida…Índia ou Grécia?!!! Beijos, Tita

  5. john locke disse:

    mmmm…eu lembro desses lugares, faz muito muito tempo…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s